Destinos, Diversos, Europa, Itália

Cinque Terre: Roteiro pelas belíssimas vilas italianas

25 maio 2019
[ 0 ]

O que fazer em Cinque Terre depende muito do seu estilo de viagem, mas com certeza essas pequenas vilas talhadas em paredões de rocha a beira mar agradam gregos e troianos. Vem saber mais sobre esse cantinho lindo da Itália.

As Cinque Terre

Como o próprio nome diz, as Cinco Terras tratam de cinco vilas italianas que são vizinhas e ficam na região da Ligúria. Patrimônio da UNESCO, as cidades foram erguidas em meio às rochas e formam um combo de vinícolas, bons restaurantes, vilas com casas fofas, cenários incríveis e um mar paradisíaco. Combinação certeira, não é mesmo?!

As Cinque Terre são compostas por: Manarola, Corniglia, Riomaggiore, Vernazza e Monterosso al mare. E foi nessa última onde ficamos hospedados.

Como chegar até as Cinque Terre

Até dá para chegar de carro por aqui, mas há muitas partes das vilas em que automóveis não são permitidos, portanto, ao meu ver a melhor maneira de se chegar nas Cinque Terre é de trem. Essa foi a opção que escolhemos: saímos de Florença, fizemos uma parada em Pisa e seguimos até Monterosso. Ao total a viagem levou pouco mais de 2h e custou 27 euros (por pessoa).

Como se locomover

Há duas formas de de passear pelas Cinque Terre: a primeira é por uma das várias trilhas que ligam as cidades, pois elas são vizinhas MESMO (distância entre 4 e 8km) e a segunda maneira é o trem.

Para isso basta comprar o Cinque Terre Treno Card para ir e voltar quantas vezes quiser para cada uma das cinco cidades. São várias configurações de bilhete que vão de 1 a 3 dias. O cartão de 1 dia com passe ilimitado de trem custa €16, o de 2 dias é €29 e o passe de 3 dias sai por €41.

As trilhas também são uma maneira bem interessante, mas muitas ainda estão fechadas. Fomos em junho/2018 e conseguimos fazer apenas uma (e ainda parcialmente). Em 2011 houve uma grande enchente que quase destruiu a região e por isso algumas trilhas ainda não podem ser acessadas.

É claro que eu gostaria de percorrer uma das trilhas do Parco Nazionale delle Cinque Terre, mas se quer minha opinião, não ter feito esse tour não afetou nadinha minha estadia. Pra falar a verdade agora tenho desculpa pra voltar! Hehe

O que fazer em Cinque Terre

Não existe uma lista gigantesca de coisas para fazer ou conhecer, por isso a grande brincadeira aqui é ficar pulando de vila em vila. Como as cidades são pequenas, basta ir caminhando pelas ruelas e aos poucos você vai ter percorrido tudo. Nas estações de trem e na entrada das vilas há placas com vários caminhos que no final levam ao mesmo lugar: o mar.

Eu sei que muita gente faz bate-volta a partir de Pisa ou Florença, coisa que acho um desperdício de tempo e dinheiro. Se não puder ficar 4 dias como fiquei, durma ao menos uma noite para ter um dia inteiro para percorrer as vilas! Se optar pelo bate-volta, tenho certeza que não terá tempo suficiente para aproveitar esse lugar tão lindo!

Existe ordem para conhecer as vilas?

Não! Eu mesma não fiz nenhum roteiro para esses dias! Apenas defini que compraria o Cinque Terre Treno Card e desceria em TODAS AS VILAS! Com o cartão em mãos, fiz da seguinte forma: no primeiro dia fiz um batidão entre as 5 cidades e no segundo voltei apenas nas que mais gostei. Também aproveitei um dia inteiro em Monterosso.

Agora vou falar um pouco sobre cada cidade, já que cada uma tem diferentes atrativos.

Viajando para a Itália? Confira aqui TODOS os posts sobre a terra da bota!

Monterosso al Mare:

Pelo que senti, é a mais estruturada das 5 Terre. Não sei se é reflexo da grande enchente, mas o fato é que aqui há mais hotéis, lojas e restaurantes.

Assim que desembarcar na estação de trem vai dar de cara com uma praia belíssima, uma das mais bonitas que vi nessa região. É só seguir pela esquerda e atravessar um pequeno túnel para chegar no centrinho da cidade, onde você vai encontrar lojinhas, uma igreja e muitos restaurantes.

Como em todas as cidades das 5 Terre, parece que o tempo passa em outro ritmo por aqui.

Manarola

Tão fofa quanto as demais vilas (e a minha favorita), Manarola fica bem bonita a noite. Mas durante o dia, dê uma passada na Igreja de São Lourenço (que tem estilos Gótico e Barroco) e depois siga até a marina da cidade.

Outra atividade levinha a se fazer é Via dell’Amore, que liga Manarola a vila de Riomaggiore. Ela dura cerca de meia hora e em julho de 2018 quando fomos estava fechada. Mas parece que para o verão de 2019 ela já estaria aberta! Tomara!

Corniglia

A única das Terre que não pode ser acessada pelo mar, pois fica no alto de uma montanha. Aqui você verá parreiras, pés de limão siciliano e uma bela vista. Como a cidade fica em um local mais alto, para chegar até o centro você pode escolher se sobe uma escadaria de quase 400 degraus ou se pega um ônibus. O transporte está incluso no Cinque Terre Card e o ponto fica bem em frente à estação de trem.

Vernazza

Tem um castelo e isso já é motivo mais que suficiente para ir! kkkk As ruínas do castelo ficam no alto e permitem uma vista panorâmica show de bola!

Riomaggiore

Várias lojas, restaurantes e uma vista belíssima. Riomaggiore não decepciona! Por Aqui vale uma parada um pouco mais rápida, mas não deixe de caminhar até o pequeno porto e ver o mar.

Mantenha esse blog vivo!

Se você gostou do conteúdo desse post, saiba que pode ajudar o blog a funcionar e a continuar completamente gratuito! E é bem simples! Basta fazer reservas através do blog, assim nós ganhamos uma pequena comissão e você não paga nada a mais por isso! 

Para fazer reservas de hotel basta clicar aqui. Para alugar um carro e melhorar a mobilidade da sua viagem, clica aqui! E para sair do Brasil já com chip de internet, é só clicar aqui!

Deixe seu comentário