Diversos, Europa, França, Perrengues

#Compartilhe: O jeitinho parisiense de defender uma garota em “perigo”

27 ago 2014
[ 5 ]

Aqui no Blog temos a TAG #Compartilhe. É um espaço para nossos leitores contarem alguma furada, situação inusitada ou algo interessante que ocorreu durante uma viagem. Hoje a história é do Clayton, que planejou cada detalhe da sua viagem para Paris, mas ele só não pensou no que poderia dar errado e nem que as vezes falar um pouco alto, pode gerar, digamos assim, alguns probleminhas! haha 

Aproveitem (e aprendam) com esse relato: 

Louvre

Quando planejamos uma viagem, pensamos em todos os lugares que gostaríamos de visitar e a melhor maneira de aproveitar cada minuto no lugar de destino. A gente só não pensa no que pode dar errado. E assim foi minha viagem para Paris. Tudo planejado como jamais poderia deixar de ser, fotos, paisagens, viver como um legítimo francês, porém,  quem me conhece sabe o quanto o meu tom de voz é alto e muitas vezes quem me vê falando pode facilmente se confundir achando que estou brigando com alguém.

Foi com este tom elevado de voz que eu estava com minha namorada dentro do metrô em pleno horário de pico. Como o vagão estava muito cheio, eu estava com a bolsa dela nas mãos e gesticulei bastante ao conversar e quando menos esperei, fui surpreendido com um tapa fortíssimo nas minhas costas.

No momento do tapa a única vontade que me veio a cabeça foi a de chorar feito uma criança que leva uma surra da mãe. Evitei ao máximo olhar para o lugar de onde veio o tapa, sentindo um medo imensurável de levar uma nova investida daquele braço que pesava toneladas.

 

Moulin Rouge

Após o susto passar, acabei olhando para o rapaz que desferiu o tapa no momento em que ele deve ter percebido que eu não estava tentando assaltar a minha própria namorada. O pior, foi que sem esboçar qualquer reação facial ele sussurrou um tímido “I’m sorry” e seguiu lendo sua revista.

Tempos depois, analisando friamente a situação, a única explicação que tenho para o acontecido foi de que o francês imaginou que eu estava tentando assaltar a minha namorada, pois eu estava gesticulando e segurando a bolsa dela, ou ele era democrata e eu republicano. O fato mesmo era de que a última coisa que eu esperava encontrar na França era outra surra, além daquela que a seleção brasileira tomou em 1998, mas aí já é uma outra história.

Rio Sena

 

Ah, o Clayton tem um blog sensacional sobre viagens, vale o clique!

É isso pessoal! Não se esqueçam de comentar os posts, isso ajuda o blog a ganhar vida, me orienta sobre as preferências de vocês e me estimula, pois a cada comentário fico muito feliz! Você também pode acompanhar a gente no Facebook e Instagram

 

Deixe seu comentário
5 comentários em "#Compartilhe: O jeitinho parisiense de defender uma garota em “perigo”"
  1. Natália   •   21/10/14   •   16h04

    Olá Iara,
    Muito legal a iniciativa do blog de compartilhar experiência em viagens. Sempre bom ter a opinião de quem já foi sobre um lugar desconhecido.

    Beijos.

    • Iara Vilela   •   28/10/14   •   09h20

      Muito obrigada, Natália! São comentários assim que nos incentivam! :*

  2. Johnnie Lustoza   •   10/11/14   •   21h33

    É cada surpresa que a gente tem rsrs. Já vi umas coisas muito bizarras no metrô de Paris como uma senhora ser agredida fisicamente por uma sujeito bem mais novo e muito forte e ninguém fez nada. Enfim, isso não foi uma via de regra, mas vi outras brigas depois disso. Mas que bom que no seu caso tudo terminou bem, rsrs.

  3. Marcella   •   07/07/16   •   13h14

    Gente, que doideira!! hahahaha
    O melhor deve ter sido a cara dele pedindo desculpas!
    Tenho uma história desses perrengues em Roma e Paris. Posso mandar pra vocês?
    Beijinhos

    • Iara Vilela   •   07/07/16   •   19h00

      Marcella, mande por favor! Vou ficar esperando!!! kkkk