Bélgica, Europa, França, Holanda

Série Trapista: Um tour pelos mosteiros cervejeiros [Parte II]

12 jun 2015
[ 1 ]

Este é o nosso último post sobre os mosteiros cervejeiros da Europa. Como disse no texto anterior, o turismo cervejeiro vem crescendo entre os brasileiros pois as cervejas importadas estão sendo facilmente (e finalmente) encontradas até nos supermercados. Coisa que antes não acontecia! Como amante de cerveja eu aproveito minhas viagens para conhecer novos rótulos e é claro, novas cervejarias.

Esses dois posts citam apenas os 7 mosteiros cervejeiros que visitei, mas na verdade os onze autorizados a engarrafar e vender suas produções são:

  • 6 na Bélgica: em Rochefort, Achel, Orval, Westmalle, Vleteren Oester, Chimay
  • 2 na Holanda – Konigshoeven e Abdij Maria Toevlucht
  • 1 na Áustria – Engelszell
  • 1 nos Estados Unidos – St. Joseph’s Abbey
  • 1 na itália -Abadia das Três Fontes – Essa última ganhou o selo em 2015!!!

trappist Westmalle
Dos mosteiros que estive, esse é o que menos se parece com o restante, mas isso não quer dizer que não seja igualmente bonito como os outros. Uma curiosidade do local é que aqui o espaço onde funciona o bar/restaurante fica completamente separado do mosteiro: o restaurante fica de um lado da rodovia e o mosteiro fica do outro. Nos finais de semana o estacionamento fica lotado.

Mesmo não sendo possível entrar no mosteiro, é possível contornar a construção caminhando. Ao fundo há uma pequena reserva onde famílias fazem caminhadas e também é possível ver a plantação de cereais deles e todo o – enorme – estoque de engradados de cerveja.

Westmalle trappist

Westmalle trappist

DSCN5154

Westvleteren
Uma das mais especiais por um único motivo: você só bebe ela no mosteiro onde é fabricada! Claro que com o mundo globalizado você até encontra uma garrafa ou outra por aí, mas não é tão fácil de achar quanto as outras.Westvleteren trappist

Aqui um mosteiro ao oeste da Bélgica e completamente cheio de famílias e velhinhos amantes desse líquido sagrado. Tudo funciona em um grande salão e o mais legal é que muitos pratos servidos no restaurante utilizam a cerveja produzida como um dos ingredientes. Além é claro do pão que é uma delícia!

Westvleteren trappist Chimay
Também tem o ponto de fabricação distante do ponto de venda. O local onde pode-se degustar uma Chimay é tão pequeno que passamos na rodovia e quase nem vimos! É sério! O local não tem muitas sinalizações e em nada se parecia com um bar ou restaurante. Depois ficamos sabendo que isso é meio de propósito! haha

Chegamos até o mosteiro onde nos avisaram que ali era apenas a fabricação e a parte religiosa. O mosteiro é lindo, passamos tanto tempo nele, que na volta quando passamos pelo restaurante ele já estava fechado. Vale a visita apenas se você estiver por perto.

Opa, ali vende Chimay, que legal! Não, péra! Será que a Chimay é ali??

Opa, ali vende Chimay, que legal! Não, péra! Será que a Chimay é ali??

 

Siiiim! Ali é a Chimay, mas agora está FECHADO!!

Siiiim! Ali é a Chimay, mas agora está FECHADO!!

Sim, fica no meio do nada! Não dava pra pedir informação!

Sim, fica no meio do nada! Não dava pra pedir informação!

La TrappeKonigshoeven
Mais conhecido como ‘O mosteiro da La Trappe’ aqui está um dos mais importantes lugares para se conhecer. Um dos poucos que funcionam fora da Bélgica, o monastério de Koningshoeven fica na Holanda e é lindo!

Além de poder fazer um tour guiado para ver a fabricação da cerveja, o local tem um restaurante maravilhoso, com pratos muito muito muito gostosos que levam a cerveja como ingrediente (tem até pão de La Trappe). Nesse restaurante você pode sentar e provar cada um dos estilos e é claro, na saída do mosteiro também tem uma lojinha para você comprar coisas que vão de cerveja a medalhas de santos e casacos!

Konigshoeven La Trappe

Konigshoeven La Trappe

Konigshoeven La Trappe

DSCN5639

É isso pessoal! Não se esqueçam de comentar os posts, isso ajuda o blog a ganhar vida, me orienta sobre as preferências de vocês e me estimula, pois a cada comentário fico muito feliz! Você também pode acompanhar a gente no Facebook e Instagram

Deixe seu comentário
1 comentário em "Série Trapista: Um tour pelos mosteiros cervejeiros [Parte II]"
  1. Fabiane Teixeira   •   15/06/15   •   14h46

    Eita!
    Muita coisa boa nos espera pelas Trapistas da Bélgica e Holanda, heim??
    Animada!