Destinos, Diversos, Europa, Malta

Valletta : um dia pela capital da Ilha de Malta

20 jul 2018
[ 0 ]

Malta com certeza é mais conhecidas por suas praias paradisíacas banhadas pelo Mar Mediterrâneo, mas a ilha oferece muito mais do que isso. Um exemplo é Valletta, a capital de Malta e que, apesar de pequena, é uma joia arquitetônica e histórica! No post de hoje vou mostrar o que conhecer em um dia em Valletta.

Valletta, Malta

Valletta, Malta

Antes de mais nada é importante lembrar que Malta é composta por três ilhas: Malta, que é a principal e outras duas menores que se chamam Gozo e Comino.

Valletta nasceu lá por 1530, apesar de ser a capital, na prática tem quase o mesmo tamanho que um bairro e hoje abriga apenas cerca de 6 mil habitantes. Mesmo sendo pequena, seu centro histórico foi declarado como Patrimônio Mundial pela UNESCO! Então já sabe que verá coisas lindas e interessantes por aqui, né?! Vamos lá?

Portão da Cidade (Valetta City Gate)

Um ótimo jeito de conhecer Valletta é começar pela entrada (real-oficial) da cidade. As muralhas são quase tão antigas quanto a cidade, porém o portão é novo (de 2014) e foi projetado por ninguém menos que Renzo Piano, um dos maiores arquitetos da atualidade (Duvida? Saca só o trabalho dele!). Estudioso que é, Piano fez uma releitura da entrada da cidade e recriou algo parecido com o que existiu no século XIX.

Valleta City Gate

Valleta City Gate

Parlamento

O portão de Malta e o Parlamento quase que se fundem. Também projetado por Renzo Piano, o prédio é a sede do Parlamento e onde fica o primeiro Ministro Maltês. O design é super moderno e é lindo!

Lower Barrakka Garden

Meu lugar favorito em Valetta! Possui um jardim lindo e uma vista e tanto para o mediterrâneo. Bem no centro há um templo grego e vários banquinhos para sentar e descansar! Ah, nosso próximo item da lista pode ser visto do Lower Barrakka Garden.

Lower Barrakka Garden, Malta

Lower Barrakka Garden, Malta

Bell War Memorial

Logo ao lado do Lower Barrakka Gardens está o monumento dedicado aos quase 7 mil malteses mortos durante a Segunda Guerra Mundial. Há um sino bem no meio da estrutura. Se puder, vá até o local e veja o  Lower Barrakka Garden por outro ângulo.

Bell War Memorial, Malta

Bell War Memorial, Malta

St. John’s Co-Cathedral

Essa igreja tem uma fachada muito simples por fora que mal dá para imaginar que seu interior é tão rico e diverso. Na igreja também há diversas obras de Caravaggio!

A St. John’s Co-Cathedral é muito importante porque há séculos atrás ela funcionou como convento e abrigou os famosos Cavaleiros da Ordem de São João. Essa ordem surgiu ainda na época das Cruzadas como uma espécie de Ordem Militar Cristã (a propósito: foram eles que fundaram Valletta, OK?). Atualmente se chama Ordem de Malta e funciona como uma Organização Humanitária Internacional que cuida e administra hospitais.

A Igreja funciona de segunda a sábado e a entrada custa 10 euros (Valores 2018)

St. John’s Co-Cathedral

St. John’s Co-Cathedral, Malta

Ruas e escadarias de Valletta

A dica é meio genérica, eu sei, mas suba e desça as ruas e escadarias da cidade sem muito rumo, tenho certeza que pelo caminho vai encontrar coisas que agradem seus olhos! Não é à toa que Valletta inteira foi declarada Patrimônio Mundial pela UNESCO! Então preste atenção nas construções, portas, janelas e claro, nos balcões de madeira que colorem a cidade!

Ruas de Malta

Ruas de Malta

Forte de São Elmo

Malta fica bem no meio do mar mediterrâneo, o que a torna um ponto estratégico para quem quiser dominar parte da Europa. É por isso que a Ilha foi cenário de batalhas e invasões ao longo dos séculos (Como o “Cerco de Malta” leia aqui). Para frear as tentativas de domínio, o Forte de St Elmo foi construído no século XVI pelos Cavaleiros de Malta. O forte tem formato de estrela e resistiu por várias semanas ao Cerco de Malta, citado acima.

Forte de São Elmo, Malta

Forte de São Elmo, Malta

 

Igreja do Naufrágio de S. Paulo (St Paul’s Shipwreck Church)

Fundada em 1570, essa igreja é dedicada ao apóstolo Paulo, que trouxe o cristianismo para Malta. Ele esteve na região lá por volta de 60 d.C., quando o navio que viajava em direção a Roma naufragou perto da ilha. A igreja contém algumas partes dos restos mortais do Santo.

Você também vai gostar: Blue Lagoon, o paraíso fica na ilha de Malta e cercado pelo Mediterrâneo

Jardins de Hastings (Hastings Gardens)

Por fim, não deixe de visitar mais um jardim lindo! Esse fica perto do City Gate e é ideal para descansar entre um passeio e outro. É verdade que o Hastings é bem mais simples que o Lower Barrakka, mas se estiver por perto, dê uma passadinha!

Valletta, Malta

Valletta, Malta

É isso, gente! Valletta é uma cidade pequenininha, mas com charme e história de sobra! Muita gente deixa apenas meio período pra isso, o que na minha humilde opinião é pouco! Eu fiz a cidade em um dia inteiro (mas foi o dia todo MESMO), e acho que é o tempo ideal.

Depois me conta quanto tempo levou para conhecer a cidade!

Deixe seu comentário