Europa, Holanda, Kinderdijk

Kinderdijk, os verdadeiros moinhos da Holanda

20 ago 2013
[ 3 ]
fotoKinderdijk: tá aí um dos lugares mais simples e bonitos que já conheci. Se estiver de viagem marcada para a Holanda, seu álbum de fotos não estará completo se não for conhecer os famosos moinhos! O local é de fácil acesso, fica há apenas meia hora de Rotterdam e não paga nada para entrar. Se o lugar não está no seu roteiro, acredite, vale desviar um pouco da rota e ir ver essa belezinha!
DSCN5583_3O Kinderdijk é uma área alagada onde 19 moinhos foram construídos na cidade de Molenwaard e são considerados Patrimônio da Humanidade pela UNESCO desde 1997.

lugar é lindo em qualquer época do ano. Durante a primavera/verão as pessoas vão passear, andar de bicicleta, praticar esportes, sem contar que nesta época a vegetação verdinha ajuda a compor uma bela paisagem. Já no inverno, os canais ao longo dos moinhos congelam e as famílias vão até lá para patinar no gelo! Um máximo né?!

Aprendi por lá que os moinhos estão desativados desde a década de 50 e antes disso, os moinhos tinham a função de manter o nível de água dos inúmeros canais, o que ajudava a evitar as enchentes que na época eram constantes. Todos sabem que a Holanda sofreu por muito tempo com os alagamentos e enchentes.

Quando fomos conhecer, pude ver que havia gente morando dentro deles, pois havia roupas estendidas no varal. Não ser dizer se as pessoas moram lá em tempo integral, se não holandeses responsáveis por cuidar e manter a segurança do local ou se funciona como casa de campo, coisa de final de semana sabe? Mas adorei a ideia de morar em um moinho.

Pesquisando, eu descobri que tem ônibus que saem direto de Rotterdam e te deixam na frente do Kinderdijk. Para quem ficar hospedado em Amsterdam (tem dicas lindas aqui), uma das opções é ir de trem. No nosso caso, estávamos com um carro alugado e foi super fácil de encontrar (dá pra ver os moinhos de longe) e de achar estacionamento (o parque tem).

DSCN5590Quem ficar com aquela preguicinha de andar tudo, pode alugar uma bicicleta e passear por lá. Há também um passeio de barco, mas que são feitos mais nos finais de semana. Lá na frente, é claro que você encontra as tradicionais lojas, com os souvenirs de sempre. Por isso indico que comprem em Amsterdam porque fica bem mais em conta.

Se já é difícil escrever Kinderdijk, imagine falar! Por isso, Wim, nosso amigo holandês nos ensinou a pronúncia correta, que é kinderdéik (com aquele pigarro no final). Claro, que antes o Wim riu muito da gente, porque o sotaque do interioRR aqui é forte! rs

DSCN5550_3Nosso amigo também ensinou que Kinder é criança e dijk é dique. Tudo isso porque como em todos os lugares da Europa, há uma lenda que cerca este lugar. Dizem que durante uma das maiores enchentes que a Holanda já sofreu, em 1421, as pessoas procuravam por sobreviventes quando viram um berço boiando. Ao chegarem até o berço, viram que havia um gato, que se balançava de um lado para o outro para manter-se seco. E dentro do berço, adivinhem… tinha em bebê, sequinho e vivo!

É isso pessoal! Não se esqueçam de comentar os posts, isso ajuda o blog a ganhar vida, me orienta sobre as preferências de vocês e me estimula, pois a cada comentário fico muito feliz! Você também pode acompanhar a gente no Facebook e Instagram

#Wanderlust

 

Deixe seu comentário
3 comentários em "Kinderdijk, os verdadeiros moinhos da Holanda"
  1. Maria olimpia   •   19/06/15   •   06h32

    Estamos em Roterdam e sabendo que Kinderdjik é um parque me animei a ir de carro…. Pé na estrada!!! Obrigada pelo post…

    • Iara Vilela   •   23/06/15   •   11h14

      que bacana! Espero que tenham gostado!!